Síndrome de Burnout

Mude seu estilo de vida e fuja da Síndrome de Burnout: um mal a ser combatido com atividades físicas.

Profissionalmente falando, você se sente esgotado psicológica e fisicamente? Costuma ter dores de cabeça frequentes, alteração significativa na pressão arterial, sudorese excessiva ao longo do dia e alguns distúrbios gastrointestinais, como a gastrite? Então, cuidado, você pode ser portador da Síndrome de Burnout, uma doença psicológica desencadeada por situações intensas de estresse no mundo corporativo.

Segundo pesquisas e estudos nas áreas de psicologia e psiquiatria, a síndrome acomete cerca de 30% dos profissionais brasileiros e é uma das principais enfermidades que prejudicam a saúde física e mental de um público economicamente ativo, com idade entre 20 e 45 anos, os quais acabam desenvolvendo quadros de lapsos de memória, pessimismo, ansiedade, depressão e agressividade.

Apesar de ter sido descrita, pela primeira vez, em 1974, é possível afirmar, de acordo com a terapeuta holística Graziela Boss, que a Burnout é uma doença dos tempos modernos, haja vista o estilo de vida da população mundial, sobretudo nos grandes centros urbanos: agenda e rotina profissionais repletas de compromissos inadiáveis; mercado de trabalho competitivo; correria diária, reduzindo as possibilidades de uma alimentação saudável; carga excessiva de tarefas, sem espaço para o lazer e atividades físicas; e entre outros pontos negativos, que servem de estopim para o desenvolvimento dessa síndrome.

A profissional entrevistada diz que, independentemente de o indivíduo apresentar um ou todos os sintomas de uma só vez, e por mais simples que sejam, como as dores de cabeça frequentes, é recomendada a procura imediata de um especialista – de preferência um psicólogo ou terapeuta – para que se evite o agravamento da síndrome, a qual pode levar a pessoa a ferir física e/ou verbalmente um colega de trabalho.

Burnout em inglês significa “queimar”, e é exatamente dessa maneira que a doença atua e se desenvolve em seu organismo, como se estivesse “queimando a pessoa por dentro”, até o momento da estafa – o esgotamento total – ou seja, o cansaço extremo. “A pessoa vai guardando dentro de si as frustrações do ambiente profissional, com medo de ser mandada embora, e, de tão nervosa, começa a passar mal, podendo até desmaiar”, comenta Graziela.

Na maioria dos casos, o paciente, ao receber o diagnóstico, precisará fazer uso de medicamentos antidepressivos e frequentar sessões de psicoterapia e/ou terapias alternativas, como a acupuntura, aponta a terapeuta. Aliado a isso, terá de investir na mudança do estilo de vida, que, inclusive, serve como medida preventiva. “Às vezes, preciso sugerir até mesmo uma mudança de profissão ou trabalho, dependendo do histórico da pessoa”.

Uma das ações iniciais para mudar, segundo a profissional, é praticar atividades com frequência, manter uma alimentação balanceada e saudável e não abdicar dos momentos de lazer em família.

Para finalizar, a terapeuta deixa um alerta e faz uma recomendação: “A Síndrome de Burnout é grave e afeta muitas pessoas. Cuide-se sempre. Saúde em primeiro lugar, acima do trabalho e das preocupações do dia a dia”.

 

YWELLNESS AJUDA VOCÊ A ESPANTAR A BURNOUT!

O YWellness trabalha, especialmente, os exercícios respiratórios, que combatem o estresse e o cansaço , eliminando dores por todo o corpo, melhorando a circulação sanguínea, atuando diretamente no cérebro, irrigando-o com sangue novo e limpo, a fim de fortalecer a memória.

Recomenda-se praticar:

YPILATES: método de condicionamento físico e reorganização postural, utilizando seis princípios: concentração/ core (centro do corpo; musculatura que sustenta e estabiliza o tronco); respiração; movimento fluido; controle e precisão; visando integrar corpo e mente, por meio de exercícios físicos que podem ser realizados no solo ou em aparelhos específicos. Duração de 45 a 60 minutos.

YESSENCE: Alma, Corpo e Mente treinando juntos para obter o equilíbrio perfeito para a essência da vida. Aula baseada nas técnicas de pilates, visando à melhora da postura e fortalecimento muscular. Duração de 60 minutos.