Temos novos integrantes em todos os Corpos de Líderes (CLs), assim como no Conselho do CampusACM. Cargos e funções diferentes são designados a todos os jovens voluntários, que, com seus 15 anos, já se encontram em posições de presidente, tendo como desafio liderar um grupo de meninos e meninas da mesma idade ao longo do ano. Não é tarefa fácil! Nesses momentos, muitos se encontram aflitos em fazer seu melhor para assim seguirem em frente com seus objetivos, com comprometimento e responsabilidade para o trabalho.

Liderar não é tarefa fácil, e agora é a hora de ter calma e saber o que é ser um líder. E formar líderes – como propõe a ACM – é mais que um simples exercício, é um legado. Os líderes tornam-se espelhos, figuras a serem seguidas.

Nossa grande missão enquanto conselheiros é mostrar a esses jovens como liderar, como guiar seu grupo até o final de sua jornada, tornando-o mais forte e estruturado para a próxima gestão.

Costumamos dizer que o primordial é ouvir e ouvir muito. As grandes ideias e maiores aprendizados vêm de tudo que buscamos prestar atenção em nossos líderes. Não usamos a palavra chefe. Aqui em nosso movimento ninguém manda em ninguém. Aqui TODOS fazemos o trabalho. Cada um com sua função, mas todos unidos. Esse é o primeiro passo.

De maneira alguma queira ganhar algo ou uma discussão na base do grito. Discussões fogem ao nosso propósito, são cansativas e podem levar o grupo ao fracasso. A humildade é algo que precisa ser cultivado entre todos os jovens. Ninguém é mais do que ninguém. Somos todos iguais capazes de aprender sempre mais e ensinar ao outro o que sabemos.

A palavra “presidente” exige que a pessoa tenha dedicação e um amor pelo grupo ao qual dirige. Isso não significa que por um “cargo” essa pessoa possa ser mais do que alguém. Hoje se é presidente, amanhã um membro do grupo, porém, sempre deixamos nossas vaidades de lado, pensando no bem do grupo e, fundamentalmente, no bem do próximo, que é nossa missão.

À medida que escutamos nossos colegas e estamos aptos a aceitar sugestões e mudanças, estamos no caminho de construir e estabilizar um grupo de sucesso. Quando for preciso mudar estratégias, mantenha seu grupo informado e, antes de mais nada, seja diplomático. Escolha suas palavras e, mais do que isso, escolha o tom de suas palavras. A maneira como nos expressamos pode levar uma ação ao fracasso ou ao êxito.

Todas essas medidas envolvem tempo, percepção, estudo e comprometimento. Não criamos um líder da noite para o dia. Mas essa é grande parte de nossa tarefa voluntária, caminhar junto a esses jovens mostrando os diferentes caminhos a seguir e os apoiando para o que precisarem.

Por isso, queridos jovens líderes, tenham a certeza de que mais do que nunca vocês estão sendo guiados e apoiados por um grupo de conselheiros que os admira muito e estará com todos vocês do início ao fim de seus trabalhos.  Aqui foram mostradas pequenas dicas do que sugerimos a seguir, mas isso é só o começo de um trabalho que os levará a se tornarem espelhos para outros jovens.

Nathalia-Novak-ACM-Voluntaria

 

Nathalia Novak é associada da ACM Guarulhos desde 1993 e foi presidente do CampusACM (área responsável pelo trabalho com jovens acemistas) por três mandatos consecutivos. Novak atua como voluntária, na ACM, há 10 anos, tendo iniciado suas atividades nos Y’s Men’s Clubs Guarulhos e Ypê.