Tchoukball na ACM!

Tchoukball na ACM! Modalidade esportiva será destaque na ACM Santo Amaro em 2020.

Com elementos do Basquete, Vôlei e Pelota Basca*, o Tchoukball – pronuncia-se chuquibol – modalidade esportiva de origem suíça, criada na década de 1960 e trazida ao Brasil em 1987, foi oficialmente apresentado aos acemistas, no início deste mês, por intermédio da Liga Paulista de Tchoukball, que utilizou o ginásio poliesportivo da ACM Santo Amaro para um triangular das equipes Catavéios, Supernova Edu e Brutos Tchoukball Clube, na disputa pelo 5º, 6º e 7º lugares no campeonato estadual.

“Os atletas gostaram muito do ginásio, de conhecer a ACM Santo Amaro e mais ainda satisfeitos com a oportunidade de mostrar o Tchoukball para as pessoas que não conheciam a modalidade”, declarou Rogério Ribeiro, árbitro internacional e instrutor de arbitragem do esporte.

O Tchoukball é uma modalidade esportiva sem contato físico, voltado para todas as idades e gêneros, em que duas equipes se confrontam ocupando o mesmo espaço, e cujas principais características são a defesa e ataques rápidos com muito dinamismo. Trata-se de um jogo de passes para se chegar próximo a uma das metas – os gols -, que ficam posicionadas no fundo do ginásio. Cada equipe tem um limite de três passes para acertar a meta num arremesso preciso capaz de pontuar antes do time adversário recuperar a bola.

É um esporte diferenciado, com uma história, filosofia e princípios elaborados para ser uma modalidade de construção e desenvolvimento social, salienta Ribeiro. Ele foi desenvolvido pelo médico suíço Hermann Brand ao se deparar com atendimentos de várias pessoas lesionadas devido à prática esportiva intensa e inapropriada. Daí surgiu a motivação em criar um esporte mais seguro, observando as modalidades esportivas comuns na Europa de 1960.

No Brasil, o esporte chegou pelas mãos de sir. John Andrews, quase três décadas depois de inventado, no sul do País, e cuja organização formal, por meio de uma Associação Brasileira de Tchoukball (ABTB), só se tornou realidade em 2008. Desde então, o esporte cresceu e vem ganhando seu espaço nacional e internacionalmente. Hoje, a modalidade tem seu principal polo em São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina, e os principais eventos anuais são o Campeonato Brasileiro de Quadra, nas versões infantil, juvenil e adulto, o Campeonato Brasileiro de Praia (adulto) e Campeonato Paulista, este último organizado pela Liga Paulista de Tchoukball.

“A princípio era para ser uma apresentação para os associados até que, conversando com a Olga Sakaguchi [atleta da Seleção Feminina, técnica internacional e árbitra nacional], ela viu a possibilidade de sediar uma rodada da Liga em nossa unidade, com três jogos”, explicou Jean Alves, educador da ACM Santo Amaro que intermediou os jogos na ACM, os quais tiveram entrada beneficente, com o público doando 01 kg de alimento não perecível, que foram revertidos ao Centro de Desenvolvimento Comunitário Santo Amaro – um dos 20 pontos de atendimento socioassistencial da ACM / YMCA São Paulo.

“Para realizar os jogos da Liga, precisamos de parceiros com quadras, então conseguimos unir o útil ao agradável ao utilizarmos o ginásio da ACM Santo Amaro, aproveitando para apresentar o tchoukball para a Instituição”, esclareceu Rogério. “[Os associados] estranharam um pouco por não conhecerem [o tchoukball], mas com o passar do tempo, começaram a torcer e a perguntar sobre a modalidade”, complementou Jean.

A partir de agora, após a apresentação do esporte aos acemistas, o executivo da unidade, sr. Edilson Piedade, está esquematizando a próxima fase para a implantação da modalidade na grade fixa de Santo Amaro. Para isso, será necessário capacitar os profissionais de Educação Física, com clínicas e workshops, e adquirir os quadros que são utilizados como gols no tchoukball. Resolvidas essas pendências, a previsão é a de que em fevereiro do ano que vem os associados já possam praticá-lo. 

“A vantagem do tchoukball é que abrange todas as faixas etárias e o risco de lesão é mínimo, pois não há contato físico”, enalteceu o educador, convidando a todos para descobrirem o esporte: “Venham conhecer esse esporte que vem crescendo no Brasil e no mundo, voltado a todos os públicos”. 

 

*Desporto jogado com uma bola que é batida com a mão, uma raquete, um bastão de madeira ou uma cesta, contra uma parede.