Em 2021, eu vou atuar como voluntário!

Em 2021, eu vou atuar como voluntário na ACM São Paulo, e me unir a mais de 1.288 voluntários acemistas que atuam na Instituição.

“Ser voluntário é algo que tem que acontecer. Nós temos que estender a mão ao próximo e não apenas esperar que o governo faça. E a ACM põe a mão na massa e não deixa o problema de lado, porque se preocupa, de fato, com o ser humano”, disse Maria José Volpe Arouca, voluntária e vice-presidente da ACM São Paulo.

A história da ACM registra e atesta o que é ser e atuar como um voluntário, uma vez que a Associação Cristã de Moços foi idealizada por 12 voluntários – dentre eles George Williams, seu fundador – os quais, ao observarem a realidade social precária de Londres, no período da Revolução Industrial, resolveram estender a mão para oferecer caminhos e alternativas aos jovens britânicos, concedendo-lhes uma vida mais digna. Eis aí a força do voluntariado em ação, cravada no DNA do Movimento Acemista desde 06 de junho de 1844 – data de sua fundação.

O voluntário acemista tem satisfação íntima de ajudar, de servir ao seu semelhante, de transformar e de ser útil à comunidade e à sociedade; ele atua em equipe, emprestando seu nome e prestígio, e doa parte do seu tempo, inteligência, experiência e liderança. 

Apesar de todas essas características, é desafiador definir um perfil único do voluntário da ACM, haja vista seus diferentes níveis de atuação dentro da ACM São Paulo e da proposta de trabalho de cada grupo em que ele está inserido.

Nesse contexto, há dois grandes grupos: um é formado por pessoas que concedem seu tempo e expertise em um projeto e/ou programa institucional específico, mas não estão vinculadas, formalmente, à Instituição. Ou seja, não fazem parte do Quadro Associativo da ACM; e o outro grupo é organizado por associados que atuam na Instituição por meio de algumas Áreas Programáticas, Conselhos, Comissões e Diretoria. Ambos, porém, trabalham com o mesmo objetivo: por em prática projetos que fortaleçam plenamente o ser humano.

O primeiro grupo é estritamente constituído por pessoas não associadas, que chegam à ACM São Paulo ou são convidadas a contribuir com seus conhecimentos num determinado projeto, atividade, ação especial. Por exemplo, um profissional da área de Saúde que vem, voluntariamente, ministrar uma palestra sobre qualidade de vida à terceira idade, no evento anual Viva Vida, voltado a associados e beneficiários do programa Superveteranos.

O segundo grupo é estritamente constituído por pessoas associadas, pertencentes a colegiados internos, que delineiam os caminhos a serem tomados pela ACM São Paulo. São lideranças das comunidades locais em que as unidades esportivas e pontos de atendimento social estão inseridos, que se vinculam à Instituição e se associam para dirigi-la.

Como o contexto da ACM São Paulo é extenso, as possibilidades de atuação dos voluntários são diversas. 

Os voluntários acemistas, em sua maioria, começam desde cedo a se doar à ACM. As crianças se engajam nas atividades do curso de Pré-Liderança; os jovens, dentro dos 11 Corpos de Líderes (CLs), são instigados a desenvolver sua liderança em trabalhos nos acampamentos, auxiliar os educadores em ações socioculturais e cristãs, campanhas de doação de agasalhos, entre outras. Depois disso, podem ser convidados a constituir uma Comissão de Classe, e aqueles que se destacam e almejam continuar a seguir seu caminho na ACM São Paulo têm a possibilidade de serem indicados a um Conselho de Unidade, Comissão Técnica e até mesmo à Diretoria. Mas tudo dependerá da expertise do voluntário.

A intensidade do trabalho dos voluntários é perceptível quando nos deparamos com declarações como a da vice-presidente da ACM: “Cada vez que você vê um jovem, como vários que eu vi na ACM, narrando tudo o que aprendeu e vivenciou dentro da Instituição, é impressionante. Não há o que pague isso. Por essa razão, ser voluntário, pra mim, é muito gratificante, e nosso trabalha surte efeito”. 

Você encontra voluntários em diversas instâncias internas. Nas 11 unidades esportivas, por exemplo, eles podem ser vistos em ação nas Comissões de Classes, nos CLs, cursos de Pré-Líderes e em Conselhos das Unidades. E, na estrutura organizacional, eles estão na Diretoria e em Comissões, como a de Comunicação e Marketing, Educação Física e Saúde, Desenvolvimento Social, entre outras.

Para unir força a esse voluntários, há de se destacar um parceiro antigo da ACM: Y’s Men International, uma organização mundial e atuante nos 20 pontos de atendimento social da ACM São Paulo, que investe no atendimento, ações, projetos e programas voltados às crianças, adolescentes e terceira idade. É um grupo essencialmente de voluntários que apoiam os trabalhos socioassistenciais da Instituição e os das comunidades locais em que a ACM está inserida.

“Ser voluntário acemista é a forma de retribuir o que ela fez por minha família. Muitos pensam que podem vir à ACM e encará-la como um clube, ou, simplesmente, uma academia, mas se derem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o Movimento Acemista, poderão conhecer a história que está por trás: o número de atendimentos sociais, cursos profissionalizantes etc., que são oferecidos a milhares e milhares de pessoas, todos os dias”, sinalizou José Antonio Urea, voluntário e 1º Tesoureiro da ACM São Paulo.

“Ser voluntário é ter a oportunidade de devolver um pouco de tudo aquilo que a sociedade proporcionou em nossas vidas. Não é pagamento e, sim, agradecimento. E ser um voluntário acemista é muito mais. É utilizar o poder e a oportunidade concedidos por Deus para transformar a vida de muitas pessoas, auxiliando-as no fortalecimento das famílias e participando do engrandecimento das comunidades”, complementou Aarão Ruben de Oliveira, voluntário e Presidente da Campanha Financeira da ACM São Paulo.

EM 2021, VOCÊ VAI ATUAR COMO VOLUNTÁRIO!

#VemPraACM descobrir, na prática, por que somos muito mais do que você imagina, e veja como pode contribuir com o fortalecimento de pessoas, famílias e comunidades sendo um voluntário acemista. Para mais informações, envie e-mail para a Secretária Executiva Izabel Vito Lopes, responsável pela gestão do quadro de voluntários da ACM São Paulo: izabel@acmsaopaulo.org.

______________________________________________________

Assista à reportagem especial da cobertura do Encontro de Voluntários e Profissionais da ACM. Clique aqui!

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *